Governo do Crato investe milhões na educação e garante o direito a aprendizagem

  • 07/06/2019

Tendo como uma de suas metas garantir o direito a aprendizagem no que diz respeito a educação municipal, o Governo do Crato está desenvolvendo ações que reformam e ampliam escolas da cidade no intuito de levar mais comodidade e segurança para os alunos, docentes e funcionários das unidades escolares, bem como garantir uma melhor estrutura e adequação aos discentes cratenses.

Diversas escolas das zonas rural e urbana já foram contempladas com melhorias, outras estão passando por reformas e algumas estão no processo de licitação para que as obras iniciem.

“Fui aluno de escola pública e sei o grau de importância que uma unidade de ensino adequada tem em nossa formação, trabalhamos cotidianamente para que o “Crato do Direito a Aprendizagem” seja apoiado em práticas, realizações e progresso”, destacou o prefeito Zé Ailton Brasil.

De acordo com o Gerente de Projetos Estruturantes da Secretaria de Infraestrutura do Crato (SEINFRA), José Valdo Borges Filho, das escolas com contrato de manutenção que já tiveram suas reformas concluídas estão: 18 de Maio, Colégio Municipal, Liceu Diocesano, Centro de Educação Integral (CEI) José de Sousa Brito, CEI Clotário Ribeiro, Otacílio Correia, Cel. Filemon Teles e Raimundo Nonato. Em execução está a escola Sinobilina Peixoto, e o CEI Raimundo de Sousa aguardando iniciar as obras.

Com o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), já foram concluídas as escolas: Círculo Operário, Álvaro Madeira, Padre Frederico Nierhoff, CEI Liceu, José do Vale, Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (CAIC) Maria Yara de Brito Goncalves, Aldegundes Gomes, Escola do Rotary e Gonzaga Mota.

São escolas apoiadas: 8 de Março, José do Vale, Artemise Linhares, João Grande, João Leandro e Paulo Limaverde

Escolas com obras concluídas por meio dos recursos próprios da Prefeitura Municipal do Crato estão: Artemise Linhares e Aldegundes Gomes. Com convênio da Secretaria de Educação do Estado estão em execução a Paulo Limaverde, Aderson da Franca, Melvin Jones, José do Vale, Círculo Operário, José Soares, Antônio Antuérpio, Vicente Borges, Sônia Callou e Gonzaga Mota. A Escola São Francisco está em fase de licitação.

Em construção, tem duas creches, uma no Conjunto Filemon Limaverde MCMV e uma na Vila Lobo. “Trata-se de um investimento de mais de 3 milhões de recursos próprios e no geral passa de 5 milhões”, ressalta o gerente José Valdo.

Compartilhar:

Fotos