Crato participa do 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva no Rio de Janeiro

  • 30/07/2018

O Governo do Crato, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), participou do 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva (Abrascão), realizado de 26 a 29 de julho, na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro. Temas como alimentação saudável e Planejamento e Gestão em Saúde, além das questões relacionadas à Ciência e Tecnologia em Saúde estiveram na pauta do evento.

Como representantes da SMS Crato, as enfermeiras da Estratégia de Saúde da Família (ESF), Keila Formiga, do Baixo das Palmeiras; Ticiana Gomes, de Monte Alverne; Sandra Nyedja, Ponta da Serra II; Duciele Bione, Belmonte II; Paula Radamecy, Santa Fé, e a Gerente da Célula da Vigilância Epidemiológica e Imunização do Crato, Danielle de Norões.

No Congresso, oito trabalhos cratenses foram apresentados com as temáticas: arboviroses, tuberculose, sífilis vertical, Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF), Conselhos Locais de Saúde e Farmácia Viva.

Para a Secretária Adjunta da Saúde, Milenna Brasil, participar do congresso acrescentou ricas experiências aos nossos profissionais e auxilia na implantação de novos sistemas. “Esse momento constitui-se de rica troca de experiências de saúde, fomentando a luta pela melhoria contínua do nosso sistema. Neste ano, o debate principal foi em defesa do SUS e da democracia. A participação dos profissionais de saúde do Crato, apresentando as experiências, demonstrou também que as ações de saúde desenvolvidas no município acompanham ou mesmo superam outras experiências do país. Isso demonstra que estamos no caminho certo e aumenta a responsabilidade para fortalecer a cada dia, o sistema de saúde, melhorando a qualidade de vida da população”, frisou.

O Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva se configura como um dos mais importantes fóruns científicos da área em todo o mundo. Carinhosamente conhecido como Abrascão, o evento acontece a cada três anos e esse ano contou com a participação de milhares de congressistas, incluindo sanitaristas, epidemiologistas, cientistas políticos, cientistas sociais, comunicadores, especialistas em políticas públicas, profissionais e trabalhadores da saúde, gestores e técnicos da saúde, além de militantes de movimentos sociais e de entidades da sociedade civil atuantes na área da saúde.

O Secretário de Saúde do Crato, André Barreto, também esteve presente no 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva.

Compartilhar: