Educação do Crato dá continuidade as formações para cuidadores com ênfase na inclusão

  • 30/04/2019

Iniciado ontem, segunda-feira, dia 29, o II Encontro de Cuidadores, Brailistas e Intérpretes de Libras da Secretaria Municipal de Educação do Crato (SME). O evento, conduzido pela coordenadoria de Inclusão da SME, está acontecendo no auditório da repartição com a presença de aproximadamente 150 cuidadores das escolas da rede municipal.

O momento traz a temática da inclusão na proposta de capacitar os cuidadores em relação as necessidades específicas de todo o alunado, inclusive os que têm comprometimentos motores, sensoriais, físicos, comportamentais e/ou intelectuais, mas também fazendo valer a individualidade de cada um no contexto de credo, cor, religião, entre outros. Afinal, a inclusão precisa ser vista de forma holística, abrangente.

A Secretária de Educação, Germana Brito, recebeu os cuidadores, destacando a relevância da continuidade das formações e do compromisso em desenvolver um trabalho de atenção e afetuosidade.

A Secretária Adjunta de Educação, Tammy Lacerda, ressaltou a abrangência da palavra inclusão e o quão importante é darmos ênfase a toda e qualquer forma de individualidade. “As diferenças são muitas e vão além das patologias, nós educadores precisamos estar atentos”, explicou. Tammy, em suas palavras citou como exemplo de luta pela inclusão, Martin Luther King, ativista político que se tornou um dos mais importantes líderes do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos, e no mundo, com uma campanha de não violência e de amor ao próximo.

A Cuidadora Fernanda Cardeal enfatizou a importância dessas formações e alertou para a necessidade de que todos os agentes educadores devem participar de capacitações assim para que o entendimento seja de todos. “A Inclusão vai além do cuidador, ela é parte do processo educacional por inteiro, quanto mais pessoas informadas, melhor prática teremos”, disse.

Em continuidade a programação, o advogado e sociólogo Edson Ferreira disponibilizou informações sobre a Lei da Inclusão, os tipos de deficiência e os direitos dessas pessoas dentro dos preceitos estabelecidos.

A Professora MS. da Universidade Regional do Cariri (URCA), Rosane Gueudenille, abordou a temática inclusão em seus mais diversos aspectos.

Na parte da tarde, foram organizadas atividades com dinâmicas, bem como orientações informativas oferecidas pela psicóloga Jamile Braga.

Hoje, terça-feira, dia 30, as cuidadoras terão mais um dia de formação com temas que norteiam a inclusão e sua presença imprescindível na educação.

A gestão municipal compreende que para fazer a inclusão de verdade e garantir a aprendizagem é preciso fortalecer a formação dos professores e criar uma boa rede de apoio entre alunos, docentes, gestores escolares, famílias e profissionais de saúde e cuidadores que atendem os alunos em todas as suas peculiaridades.

Compartilhar:

Fotos