Crato apresenta diretrizes do processo de implementação para proposta curricular unificada

  • 20/06/2018

Secretaria de Educação do Crato realiza o Seminário Municipal para Implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC)

A Prefeitura do Crato, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), realizou ontem, 19, na Escola Estadual de Educação Profissional Maria Violeta Arraes de Alencar Gervaiseau, o Seminário Municipal para Implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Iniciando a solenidade, o Coordenador do Núcleo de Mediação de Conflitos da SME, Moisés Otávio, administrou a formação da mesa composta da seguinte forma: Secretária Municipal de Educação, Professora Teresa Mônica; Professora Otonite Cortez; a Coordenadora da Célula de Mediação Social e Cultura de Paz da Secretaria de Educação do Estado, Professora Betânia Maria Raquel; Pró Reitora Adjunta de Ensino de Graduação da Universidade Regional do Cariri (URCA), Professora Isabelle de Luna; Coordenadora da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (CREDE) 18, Luciana Brito; a Presidente do Conselho Municipal de Educação, Glória Carvalho; representando o Sindicato dos Servidores Municipais, Elisiane Siebra e como representante das Escolas, Ronderluce Andrade.

Comecando as apresentações artístico culturais, meninas do Infantil IV e V do Centro de Educação Infantil Manoel Almino encantaram a todos com uma encenação de dança. Em seguida, o emblemático Hino do Crato foi entoado por crianças surdas de escolas da rede municipal. Apresentaram-se também o Coco Infantil da Batateira com estudantes da Escola Maria Yara de Brito Goncalves, que é um Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (CAIC).

Dando prosseguimento, foram disponibilizadas palestras interativas com a temática da implantação da BNCC no Estado do Ceará, proferida pela Profa. Dra. Betânia Maria Raquel e abordando a Base para a educação infantil, a Profa. Dra Isabelle de Luna.

A BNCC promoverá mudanças nas políticas educacionais de currículo, formação continuada de professores, materiais didáticos e avaliações, e as redes de ensino terão papel fundamental na sua prática.

A Secretaria de Educação do Crato tem ciência da relevância das ações e já inicia o processo de articulação que visa engajar e mobilizar toda a rede, em diferentes frentes e momentos, ao longo dos próximos anos. Algumas frentes do processo de implementação curricular se destacam: Comunicação para engajamento; Criação/ adaptação de currículos locais; Formação de professores; Alinhamento de recursos didáticos e Alinhamento de avaliações.

De acordo com a diretora da Escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental Sinobilina Peixoto, Cristina Holanda, é fundamental o envolvimento dos professores. “Devemos garantir a formação e o apoio necessários para que eles possam traduzir os objetivos da Base em aprendizagem real para cada um de seus alunos. E, sobretudo, manter um diálogo amplo e constante com a ponta, para identificar os desafios e corrigir o que for necessário. Os profissionais da educação têm um conhecimento do dia a dia da escola e a expertise necessária para aprimorar a implementação”, destacou.

Presente no evento, o Secretário de Saúde, André Barreto, representando o prefeito Zé Ailton Brasil, enfatizou a importância do Seminário e parabenizou os profissionais de educação que compõem a rede municipal de ensino cratense. “Por mais que não seja minha área, reconheço a relevância e congratulo os servidores pelo trabalho desenvolvido em prol do crescimento educacional em nossa cidade”, disse.

A gestora da SME, Professora Teresa Mônica, enalteceu a participação de todos os presentes, coordenadores, diretores e sobretudo dos professores que serão a força catalisadora do processo. “Trabalharemos juntos para o crescimento de uma educação que articule, mobilize, unifique e garanta melhorias para nossos alunos”, ressaltou.

Para saber mais:

O Ministério da Educação (MEC) instituiu o Programa de Apoio à Implementação da Base Nacional Comum Curricular (ProBNCC) com o objetivo de apoiar os estados no processo de revisão ou elaboração e implementação de seus currículos alinhados à BNCC. As diretrizes do programa foram publicadas no último dia 6 de abril, no Diário Oficial da União.

O programa vai apoiar financeiramente os estados para assegurar a qualidade técnica e a construção dos currículos em regime de colaboração entre estados, o Distrito Federal e municípios. Os recursos também devem ser usados para a formação das equipes técnicas de currículo e gestão das secretarias estaduais e municipais de educação.

Para receber a assistência financeira do programa, os estados deverão apresentar um plano de trabalho com o cronograma das atividades previstas, que será analisado pelo MEC antes da liberação dos recursos. A assistência financeira será proporcional à quantidade de estabelecimentos estaduais e municipais públicos de educação infantil e escolas estaduais e municipais públicas de ensino fundamental em cada estado, segundo dados do último Censo Escolar disponível.

A BNCC deverá orientar os currículos dessas etapas e estabelecer as habilidades e competências que devem ser desenvolvidas pelos alunos ao longo da educação básica em cada uma das áreas. A partir dela, os estados e municípios devem elaborar seus currículos, que serão implementados nas escolas. Segundo o MEC, no primeiro ano de execução, serão repassados às secretarias estaduais cerca de R$ 100 milhões para a implementação da BNCC. (Fonte- Agência Brasil)

Compartilhar:

Fotos