Alunos de escola cratense arrecadam e doam mais de uma tonelada de alimentos a catadores de lixo

  • 26/12/2017

Inspirados pela ideia de fazer algo pelas pessoas mais necessitadas, os alunos do 1° ao 9° da Escola Municipal de Educação Infantil e Fundamental São Francisco (que tem como diretor Jair Fernandes) realizaram na quinta-feira, 21 de dezembro, a doação de 1053kgs de alimentos não perecíveis para mais de 50 famílias residentes nas proximidades do lixão, localizado no caminho do distrito de Ponta da Serra e Dom Quintino. As crianças também conheceram o Museu do Lixo e seu fundador, Paulinho Cariri. Em apenas uma semana, os jovens mobilizaram suas famílias e puderam aprender um pouco mais sobre cidadania e solidariedade. O projeto intitulado “Construindo um Espaço com Consciência, Cidadania e Solidariedade” foi idealizado pela professora Cícera Alves Guedes e nasceu da necessidade quanto à conscientização no desperdício de alimentos.

A aluna do 5° ano Emyle, de 11 anos, mostra que aprendeu bem a lição. Ela conta que é fundamental ter consciência na hora da alimentação, pois muitas pessoas não têm o que comer ou até mesmo precisam comer o que desperdiçamos para não passar fome. “Às vezes a gente reclama da nossa comida e não lembra que muita gente nem tem o que comer”, enfatiza a menina.

O Secretário Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial, Brito Junior, informou que significativas melhorias têm sido realizadas na localidade. Frequentemente uma máquina revolve o lixo para que não haja acúmulo, uma grande vala foi escavada para depósito de lixo, o que evita as queimadas (um dos grandes desafios a ser combatido neste tipo de espaço) além de ser realizada semanalmente uma vistoria pela equipe da secretaria a fim de fiscalizar e sanar as necessidades locais e dos catadores.

A professora Cícera Alves Guedes, idealizadora do projeto, conta que os alunos estão empolgados para realizar outras ações no mesmo sentido. “Eles estão com muitas ideias para colocarmos em prática já no início do ano. Doação de roupas, criação de horta escolar e conscientização sobre não desperdiçar energia e água são algumas delas”, relata, orgulhosa.

Compartilhar:

Fotos