Saúde do Crato traça plano de prevenção e controle da tuberculose, sífilis e sífilis congênita para o ano de 2018

  • 28/11/2017

Visando fortalecer as ações de prevenção e controle da tuberculose, sífilis e sífilis congênita na Atenção Primária e Secundária do município do Crato, a Prefeitura, por meio Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizou nos dias 23 e 24 de novembro, no auditório do Hospital São Francisco, reuniões para traçar um Plano de Intervenção, Prevenção e Controle contra essas doenças.

De acordo com a Coordenadora de Epidemiologia e Imunização do município do Crato, Daniele Norões, a previsão para os planos serem implantados na cidade é para o ano de 2018.

Para o Plano de Ação Municipal de Prevenção e Controle da Tuberculose, foram traçadas ações para a ampliação do acesso ao diagnóstico precoce; manter a taxa de cura em torno de 85%, conforme preconiza o Ministério da Saúde; monitorar e acompanhar as metas trimestralmente por equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF); garantir o acesso ao tratamento em tempo oportuno; implementar as notificações e fortalecer a vigilância epidemiológica; entre outras.

Já para o Plano Municipal de Redução da Transmissão da Sífilis e Sífilis Congênita, os profissionais visam reduzir a transmissão das doenças em pelo menos 30% o número de casos. As ações pretendem ampliar a oferta e o acesso ao teste rápido na Atenção Básica e Secundária; promover a intensificação das ações de Planejamento Familiar; incentivar captação precocemente da gestante na Atenção Básica para realização em tempo adequado do pré-natal; intensificar o acesso ao tratamento adequado; entre outras.

Participaram das reuniões, representantes da 20ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRES); Hospital São Francisco; Universidade Regional do Cariri (URCA); Atenção Básica do município; Centro de Especialidades do Crato (Posto da Grota); e da Sistematização da Assistência à Enfermagem (SAE).

Compartilhar: