Comitê Intersetorial de Combate ao Aedes Aegypti discute lei que cria o Programa de Combate ao vetor no Crato e outras ações

  • 28/09/2017

Na manhã de ontem, 27 de setembro, no auditório do posto de saúde Teodorico Teles, o Comitê Municipal Intersetorial de Combate ao Aedes Aegypti se reuniu em mais um encontro para debater ações na luta para amenizar casos de arboviroses no município do Crato.

Entre as ações discutidas, o envio da lei para a Câmara Municipal, que dispõe sobre a criação do Programa de Combate ao Aedes Aegypti no Crato, obedecendo as diretrizes da Política de Promoção, Proteção e Recuperação da Saúde.

Em outro momento, os membros do comitê organizaram quatro ações pontuais que serão trabalhadas: a vigilância epidemiológica; o combate ao vetor, no caso o Aedes Aegypti; a assistência aos portadores que foram acometidos com uma das arboviroses; e a educação e mobilização social.

Além de debater ações de combate ao mosquito aedes aegypti, o comitê fica responsável em fazer um monitoramento de indicador de qualidade da vigilância, com investigação e notificação regular de casos de dengue e chikungunya; cobertura mínima de 80% de visitas domiciliares; e o cumprimento mínimo de dois levantamentos do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa).

O Comitê Municipal Intersetorial de Combate ao Aedes Aegypti se reúne quinzenalmente. O próximo encontro será no dia 18 de outubro, no auditório do posto de saúde Teodorico Teles.

Compartilhar:

Fotos