Vigilância Sanitária realiza fiscalização e faz apreensão de leite

  • 26/04/2019

Em atendimento a uma denúncia, a Vigilância Sanitária (VISA) do Crato realizou na manhã dessa quarta-feira, 24, a apreensão de 99 litros de leite em comércios no município. De acordo com a denúncia, alguns estabelecimentos estavam vendendo um leite que não poderia ser comercializado dentro do município, devido não possuir registro, licença, ou autorizações do órgão sanitário competente.

A Gerente de Célula da Vigilância Sanitária, Ana Lígia Aquino, ressalta que ao chegarem nos locais mencionados, a equipe da vigilância confirmou a veracidade da denúncia e continuaram com a fiscalização. “Além das ações educativas, estamos trabalhando para fazer a diferença com relação a vigilância sanitária, com fiscalização intensiva e atendendo as denúncias, aplicando as devidas penalidades. Estamos cuidando da saúde da nossa população”, disse a gerente.

A apreensão do produto se deu pelo fato da empresa ser do município de Juazeiro do Norte e não ter o Selo SIE (Selo de inspeção Estadual), que habilita a comercialização a nível estadual, podendo ser vendido em outros municípios. No caso, o leite apreendido tinha apenas o Selo SIM (Selo de Inspeção Municipal), onde a comercialização se limitava ao município de Juazeiro do Norte.

A equipe da VISA vem realizando inspeções de rotina baseada nos padrões que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária(ANVISA) preconiza, e vem atuando também em estabelecimentos que comercializam carne, convocando para comparecerem a vigilância sanitária e apresentarem a procedência da carne que comercializam, que tem que ser abatida no abatedouro legalmente habilitado.

Ana Lígia alerta que tanto os consumidores quanto os donos dos estabelecimentos devem ficar atentos e não comprar produtos ou expor a venda, sem os devidos selos que garantem a qualidade do produto de origem animal. “Quando o produto não possui o selo de certificação, pode ser considerado ilegal”, frisa.

Os selos SIF, SIM e SIE são selos de inspeção de produtos de origem animal, sejam eles comestíveis ou não, nas esferas federal, estadual e municipal. A comercialização desses artigos está sujeita à inspeção e esses selos supervisionam os padrões de qualidade e o controle de contaminação. Eles são parâmetros essenciais e têm a função de segurança. Através deles, a qualidade dos produtos dispostos para o consumidor é assegurada.

Compartilhar: