X Conferência Municipal de Saúde é iniciada em Crato

  • 09/04/2019

A participação da comunidade na saúde é um direito de cidadania garantido pela Constituição Federal. Essa discussão em conjunto se dá através das Conferências Municipais de Saúde. Tais mobilizações são fundamentais para a gestão analisar as demandas e prioridades locais e formular propostas. Nesse pressuposto, o Governo do Crato, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e Conselho Municipal de Saúde, iniciou ontem, segunda-feira, 8, e finaliza nesta terça-feira, 9, os trabalhos da X Conferência Municipal de Saúde.

O evento, que está acontecendo no Centro de Convenções do Cariri, traz o tema Democracia e Saúde, que se organiza para a Conferência Regional, que acontecerá em Fortaleza, no mês de junho, e a Conferência Nacional de Saúde, que será realizada no mês de agosto, em Brasília.

A abertura do evento se deu por meio da composição da mesa e em seguida, a apresentação cultural da banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto e da Banda de Música do Crato.

A representante da Secretaria de Saúde do Estado, Laciana Farias, enfatizou a importância das diretrizes de trabalho para a democratização da saúde. A Coordenadora da 20ª Coordenadoria Regional de Saúde do Crato (CRES), Marina Feitosa, enalteceu o trabalho de todos para uma saúde de mais qualidade. O presidente do Conselho Municipal de Saúde, George Mendes, leu as diretrizes da conferência;

Em sua fala, o Secretário de Saúde, André Barreto, destacou a correta administração de recursos. Na oportunidade, o prefeito Zé Ailton Brasil falou que a conferência é um espaço de questionamentos, críticas e sugestões. “Para que juntos possamos melhorar a saúde municipal”, destacou.

Também presentes na mesa, o vereador Amadeu de Freitas e o representante da comunidade, Sr. Assis Nicolau. Os Secretários Adjuntos de Saúde, Cultura e Desenvolvimento Agrário e Recursos Hídricos, Milenna Brasil, Clea Feitosa e Tiago Ribeiro, respectivamente, e o vereador Tota Lobo, também estavam presentes no evento

Após a solenidade oficial de abertura, foi proferida a palestra “Democracia e Saúde”, ministrada pelo Professor Dr. Moacir Tavares Martins Filho. Seguindo a programação: mesa redonda com a temática “Saúde como direito”. Na parte da tarde, palestra sobre a “Consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS)” e formação de grupos de discussão.

Hoje, os trabalhos seguem com abordagem dos temas: “Financiamento do SUS”; “Organização e Financiamento dos Conselhos de Saúde”; Apresentação de projeto de cultura sustentável, discussão em plenária e votação do documento final.

O objetivo da Conferência Municipal é, sobretudo, analisar as prioridades locais de saúde, formular propostas no âmbito dos municípios, dos estados e da União e elaborar um relatório final, nos prazos previstos no regimento.

Compartilhar:

Fotos