Qualidade da gestão educacional e resultados são temas da Jornada Pedagógica 2019

  • 19/02/2019

O desafio de melhorar a cada dia a qualidade do ensino da rede pública municipal de Crato está sendo discutido, sob várias vertentes, durante os três dias da Jornada Pedagógica 2019, pelos professores, diretores, coordenadores e técnicos da Secretaria Municipal de Educação, que teve sua abertura oficial realizada nesta segunda-feira (18), na quadra da Escola Profissionalizante Violeta Arraes.

O evento contou com a presença do prefeito Zé Ailton Brasil; da Secretária de Educação do Estado, Eliana Estrela; dos Secretários de Educação de Crato e Sobral, Tereza Mônica e Herbert Lima, respectivamente; da Diretora da Crede 18, Luciana Brito; do vereador Amadeu de Freitas; da professora e ex-reitora Otonite Cortez. A mesa foi formada ainda pelas professoras Maria Gorete Alencar, representando os diretores, e Maria do Rosário, como representante dos professores municipais.

O prefeito Zé Ailton falou da importância do evento para o alcance de melhor qualidade do ensino na cidade, pontuando inclusive todos os investimentos que a gestão municipal tem feito na área. Em 2018, foram investidos 32% da receita municipal em Educação, ultrapassando os 25% mínimos estabelecidos por lei. Isso garantiu a manutenção do calendário de vencimentos dos professores e demais profissionais da Educação; e ainda, a realização de melhorias na infraestrutura das unidades escolares.

“Parabenizo a todos vocês, professores e professoras, pela dedicação e pelos resultados que temos alcançado no Crato. E, a cada dia, estamos em busca de novos investimentos e melhorias. Assinamos um convênio com a Seduc Ceará para a melhoria do Transporte Escolar. Também aderimos à proposta da secretária Eliana Estrela em transformar três das nossas escolas em referência e faremos isso ainda nesse primeiro semestre”, adiantou o prefeito.

Ele destacou ainda que 11 escolas municipais serão reformadas este ano, obras que serão viabilizadas através da parceria entre Estado e Município. Em 2018, o município implantou sua primeira escola em tempo integral, na Escola 18 de Maio. E em 2019, será a vez do Álvaro Madeira, no Sertãozinho. O município distribuiu fardamento e material diário e melhorou a merenda escolar. “Agora, o nosso desafio é melhorar o transporte escolar”, reconheceu o gestor.

Para isso, ele antecipou que todos os ônibus escolares passaram por reestruturação e também já conseguiu um transporte com o deputado federal Idilvan Alencar, para auxiliar na frota. “A partir desse ano, também teremos um cuidado em todos os transportes da Educação Infantil, oferecendo mais segurança para as crianças e mais tranquilidade para os professores, pais e mães desses alunos”, afirmou Zé Ailton.

A secretária Tereza Mônica, explicou que o momento vai de encontro às medidas já adotadas pela sua pasta e pela gestão municipal. “Estamos aqui num momento de compartilhar práticas exitosas na Educação para que possamos fazer um 2019 bem melhor, principalmente para os nossos alunos”.

A representante do Governo do Ceará, Eliana Estrela, falou da importância de se trabalhar a aprendizagem não na perspectiva dos indicadores, mas sob a ótica da responsabilidade de formar cidadãos e na idade certa, garantindo um direito fundamental dessas crianças. Ela parabenizou a gestão do prefeito Zé Ailton e se colocou à disposição para contribuir com o reordenamento que o Crato está realizando. “O Crato tem avançado na qualidade, mas é preciso acelerar esse processo”, complementou.

Em seguida, o secretário Herbert Lima apresentou o case “A experiência exitosa do município de Sobral”. A cidade, número um do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), com nota 9,1, tem 61 escolas em sua rede e mais de 33 mil alunos, e hoje colhe os frutos dos cerca de 20 anos de planejamento, acompanhamento e avaliação da educação. É hoje referência nacional e exporta seu modelo para muitos municípios brasileiros.

Dentre várias estratégias apresentadas, Sobral mostrou que especializar as escolas em educação infantil, fundamental I e II, separadamente, promoveu melhores resultados. “Escolas que se tornam especialistas, bem como professores e diretores, tendem a focar mais na sua gestão e especificidade de cada faixa etária. As escolas mistas tendem a dificultar mais o desenvolvimento dos alunos”, comentou Herbert, complementando que esta ação requer muito investimento e planejamento.

A permanência dos alunos no ambiente escolar, bem como mais conteúdos e estímulos também apresentaram resultados significativos. Por isso, o município tem ampliado o número de escolas em tempo integral. Desafio este já iniciado em Crato.

A formação permanente dos professores e demais profissionais da Educação também foi apontada pelo gestor de Sobral como um diferencial. Lá, foi criada a Escola de Formação Permanente do Magistério e Gestão Educacional (Esfapege), uma organização social sem fins lucrativos que tem como objetivo desenvolver os processos educacionais através de educação entre pares. “Lá, cumprimos o papel de educação continuada, retirando essa responsabilidade da academia, com a presença e acompanhamento dos gestores escolares”.

Ele também destacou a relação dos profissionais com a gestão. “Vocês professores devem apoiar a gestão municipal, como parceiros, para que as decisões e propostas realmente aconteçam”. E, por fim, a necessidade de desenvolvimento de um sistema próprio de avaliação do desenvolvimento das crianças. “Vocês podem fazer essa avaliação, semestralmente. Ela dará o norte, mostrando para onde a rede está andando”.

Para a educadora Verônica Brito, da Escola Dom Quintino, avaliou muito positivo o primeiro momento do encontro. “Como professora de muito tempo, vejo que a Secretaria de Educação tem esse compromisso em inovar trazendo pessoas, projetos e novas ideias e isso é muito importante. Eu como professora das exatas, acato as boas ideias e também repasso. Nós, por exemplo, realizamos um projeto paralelo às avaliações externas e já vimos que teve um avanço. Isso é fruto de um trabalho comprometido com a qualidade. Estão todos de parabéns.”

Homenagem

Durante a abertura do evento, os profissionais fizeram um minuto de silêncio em homenagem à professora Francisca Vera Lúcia Freira Ferreira, que faleceu no último domingo (17).

A parte cultural ficou a cargo da Banda Doze Talentos, formada pelos alunos da APAE Crato, sob regência do professor Beto Ribeiro.

Também participaram deste primeiro momento, os secretários municipais Carlos Eduardo Marino, Finanças e Planejamento; Wilson Dedê e Clea Nunes, da Cultura; Águeda Brito, da Administração; e Felipe Correia, Chefe Adjunto do Gabinete.

Compartilhar:

Fotos