Conselho Municipal de Políticas Culturais se reúne para eleger presidente

  • 19/02/2019

O Conselho Municipal de Políticas Culturais do Crato se reuniu na manhã da última sexta-feira, 15, no Auditório do Centro Cultural do Araripe, para eleger sua presidência. O conselho é formado por 18 membros, sendo 9 da Sociedade Civil e 9 do Poder Público.

Os membros da sociedade civil foram eleitos no início de dezembro do ano passado. Estes representantes são dos segmentos do Artesanato, Audiovisual, Cultura Popular, Literatura, Música, Patrimônio Material e Imaterial, Representantes de Entidades jurídicas, Artes Cênicas, além da Gastronomia.

Em janeiro, o poder público apontou representações de diversas secretarias para fazer parte do conselho, garantindo assim a participação das pastas da Cultura, Educação, Esporte e Juventude, Finanças, Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial, Turismo e Desenvolvimento Econômico Sustentável, Trabalho e Desenvolvimento Social, Saúde, além da Fundação J. de Figueiredo.

A eleição do CMPC contou com duas candidaturas: representando a sociedade civil, Alexandre Lucas, do Coletivo Camaradas, e representando a Educação, Karine Feitosa. De forma consensual, os conselheiros elegeram Alexandre Lucas como presidente. O Conselho voltará a se reunir na próxima sexta-feira, 22, para eleger representações de segmentos com vacantes, no caso, os segmentos das Artes Cênicas e Gastronomia. Além disso, será traçado um planejamento do Conselho para o biênio 2019/2020.

O Secretário de Cultura, Wilton Dedê, destaca que o Conselho Municipal de Políticas Culturais está em sintonia com o que preconiza a legislação do país. Assim como existe o Conselho Nacional de Cultura e o Conselho Estadual de Cultura, o município possui também esse importante mecanismo que opina, fiscaliza e propõe políticas públicas que impactam de maneira direta na vida da população.O gestor explica ainda que a existência do conselho serve para estreitar as relações entre poder público e sociedade civil organizada.

Compartilhar: