Mulheres usuárias do CRAS Vila Alta são beneficiadas com curso de cabeleireiro

  • 12/06/2018

Cerca de 20 mulheres de famílias atendidas pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Vila Alta são beneficiadas com um curso de Cabeleireiro Assistente, oferecido através da parceria com o Serviço Nacional do Comércio (Senac) e do Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA). O curso, que teve início ontem, 11, é ministrado pela instrutora Euda Silva, onde o mesmo é composto por aulas teóricas e práticas, totalizando 230 horas.

“As participantes, ao final, estarão capacitadas e qualificadas para embelezar, pentear, realizar tratamento capilar, aplicar coloração, dentre muitas outras funções”, comenta Euda Silva. Ela complementa ainda que o curso faz parte do Programa Senac Gratuidade, “que cede bolsas para os parceiros”. Além da metodologia e instrutor, o Senac oferece material e fardamento totalmente gratuitos.

A expectativa entre as participantes é grande. Elas sonhavam em participar de um curso como este, mas a maioria informou não ter condições de pagar, como a depiladora Tyffany Taynná, 19 anos, que fará o curso para complementar sua atuação e dar credibilidade ao seu trabalho. “É uma oportunidade única este curso. As clientes cobram um certificado”, afirma. Será uma oportunidade também de complementar a sua renda familiar, para ela que mora com a mãe, o esposo e o filho.

E é o que espera Tarsília Vieira, Coordenadora do CRAS Vila Alta, que aconteça a todas as participantes. “O bom de tudo será o depois. O que elas aprenderem aqui poderá direcionar a atuação delas para o próprio ganho de cada uma. A maioria está desempregada e as vezes não consegue uma oportunidade por falta de um certificado”, disse.

“Este é o nosso papel, oferecer oportunidade para as famílias usuárias do CRAS. E este curso está sendo realizado graças a parceria com o Senac; a sensibilidade da gestão municipal, do prefeito Zé Ailton e da secretária Edivania Gonçalves; e também da disponibilidade do CEJA em nos receber tão bem”, complementou Tarsília.

Para a coordenadora do CEJA, Neila Brito, a escola estará sempre aberta para ações desta natureza: “Estamos abertos para toda comunidade, para servir e servir bem”, comenta.

O curso acontece, diariamente, no CEJA do Crato, das 13h às 17 horas.

Compartilhar:

Fotos